o que é evidence-based online coaching?

Decidi escrever sobre a prática de evidence-based (PEB) aplicada a Online Coaching porque grande parte de vós provavelmente não está familiarizado/a com a mesma. É um conceito simples, vai levar apenas alguns minutos a explicar e, no fim, terás um melhor entendimento da maneira como tomo decisões relativamente à criação e alteração dos programas dos meus clientes.

 

O conceito de PEB surgiu no campo da medicina nos anos 90, antes de ser aplicado ao treino e à nutrição. No mundo do strength & conditioning, a PEB é definida como uma abordagem sistemática ao treino de atletas e clientes baseada nas melhores evidências científicas atuais (revistas por pares) e na experiência profissional. Esta abordagem deve ser usada no contexto de uma análise de necessidades específica. [1]

 

Esta definição pode ser dividida em 3 partes. Em primeiro lugar, este é um processo que requer uma pesquisa consciente e criteriosa das evidências científicas disponíveis (e não apenas uma leitura de alguns resumos de estudos) com o objetivo de, para determinado tópico, encontrar as melhores [1]. Como a ciência não é estática, este é também um processo contínuo que requer um compromisso a longo-prazo no que toca à aprendizagem de informação detalhada sobre vários tópicos, para tomar as melhores decisões para os clientes. Em segundo lugar, temos a experiência profissional. Isto inclui toda a experiência e conhecimento que adquiri através do meu próprio processo de treino, do treino de clientes, dos meus mentores, da comunidade, etc. e é uma componente muito importante da PEB, principalmente para preencher os espaços em branco deixados pela falta de boas evidências científicas. Por último, tudo isto deve ser aplicado no contexto das necessidades, valores e preferências específicos de cada cliente.

 

Resumindo, podemos definir a PEB como uma abordagem integrada que combina:

  1. As melhores evidências científicas disponíveis.

  2. Experiência profissional.

  3. Individualidade do cliente.

 

Também existe uma PEB aplicada à nutrição, que envolve a utilização das melhores evidências científicas disponíveis sobre nutrição, em conjunto com experiência clínica, para ajudar pacientes a prevenir (às vezes), resolver (às vezes), ou lidar (frequentemente) com problemas relacionados com a sua saúde física, mental e social, de acordo com os seus valores e preferências [2]. Como não sou um nutricionista registado, nem tenho as qualificações necessárias para o ser, não disponho do conhecimento necessário para trabalhar com clientes clínicos. No entano, aplicarei os princípios básicos da PEB sempre que tiver que tomar decisões relacionadas com o programa nutricional dos meus clientes.

 

Muitas pessoas pensam que a PEB se baseia apenas no que as evidências científicas nos mostram. No entanto, isto não é verdade. A ciência é uma parte importante da PEB, mas não tem todas as respostas (nem lá perto). Além disso, mesmo que alguns estudos mostrem que determinado protocolo/método funciona, isso não quer dizer que funcionará contigo, e é por isso que a experiência profissional é tão importante. Ao trabalhar com clientes e aprender com os especialistas e a comunidade, vou ter acesso a um reportório de ferramentas mais extenso para me ajudar a lidar com os problemas dos meus clientes, ajudando-os a atingir os seus objetivos.

 

É isto que representa ter uma PEB: pegar nas melhores evidências científicas disponíveis e na experiência e conhecimentos que reuni até ao momento e atender às necessidades específicas de cada cliente, de forma individualizada, ajudando-os a atingir os seus objetivos.

 

Agora que tens um melhor entendimento da minha abordagem, se estiveres interessado em trabalhar comigo ou se quiseres saber mais sobre o serviço de Online Coaching visita esta página.

_________________________________________________________________________________________________________

Referências:

[1] English KL, Amonette WE, Graham M, Spiering BA. What is “Evidence-Based” strength and conditioning. Strength Cond J [Internet]. 2012 Jun [cited 2020 Mar 24]; 34(3):19-24. Available from: https://www.researchgate.net/publication/260035540

doi: 10.1519/SSC.0b013e318255053d

 

[2] Johnston BC, Seivenpiper JL, Vernooij RWM, de Souza RJ, Jenkins DJA, Zeraatkar D, et al. The philosophy of Evidence-Based principles and practice in nutrition. Mayo Clin Proc Innov Qual Outcomes [Internet]. 2019 May [cited 2020 Mar 24];3(2):189-99. Available from: https://mcpiqojournal.org/article/S2542-4548(19)30031-1/abstract

doi: 10.1016/j.mayocpiqo.2019.02.005